Quando surge a necessidade de levar seu filho ao pediatra ou clínico geral, é possível que ele encaminhe a criança a um especialista para investigar um quadro específico. Nesses casos, pode ser que você se depare com uma especialidade médica que não conhece muito bem, como o pneumologista pediátrico

Você sabe o que ele faz?

Neste artigo, detalharemos qual a função desse profissional, os principais exames que envolvem a especialidade e quando é o momento correto de consultá-lo. Acompanhe a leitura e entenda!

Sobre a especialidade em pneumologia pediátrica

O pneumologista pediátrico é o médico responsável pelo diagnóstico e tratamento de doenças respiratórias e alérgicas em bebês, crianças e adolescentes.

A maioria das crianças com sintomas respiratórios podem ser conduzidas pelo pediatra a este profissional, uma vez que ele consegue tratar doenças respiratórias de difícil controle.

Nessa categoria da Pediatria, os especialistas atendem casos como bronquite, asma, pneumonia e afins. Eles também recebem outros casos clínicos que envolvem qualquer órgão do aparelho respiratório (pulmões, traqueia e brônquios), por exemplo, a Fibrose Cística

Além disso, alergias cutâneas e alergias alimentares também compõem a série de doenças assistidas pelo pneumologista infantil com conhecimento em alergia pediátrica, pois estas doenças frequentemente estão presentes em pacientes com alergias respiratórias.

Principais exames e testes

O diagnóstico das variadas doenças respiratórias em crianças pode ser dado através de um simples raio-X de tórax, exames de sangue ou procedimentos mais sofisticados. Entre os instrumentos de que dispõe um pneumologista pediátrico para detectar patologias, podemos citar:

Conhecendo o paciente

A avaliação do paciente passa por uma consulta detalhada e exame físico minucioso, complementados, se necessário,  pelos exames laboratoriais, garantindo diagnóstico e tratamento assertivos.

Um dos pontos cruciais da consulta consiste em uma conversa sobre alguns aspectos da moradia da família: se possui cortinas, tapetes, animais de estimação e outros elementos que eventualmente possam provocar alergias em crianças.

Também é importante que o pneumologista infantil conheça o histórico familiar de doenças respiratórias.

Tratamentos indicados

Considerando que o profissional lida com uma diversidade de patologias infantis respiratórias e alérgicas, é fato que cada caso será orientado a um tratamento específico.

Geralmente, as doenças respiratórias podem ser tratadas com medicamentos que aliviam os sintomas ou imunoterapia. Medicamentos profiláticos, preventivos, são muito utilizados, e seu uso geralmente é prolongado chegando a durar meses ou anos. Vale lembrar que cada tratamento depende da gravidade do quadro e de inúmeros fatores próprios de cada paciente. Um plano de tratamento elaborado para um determinado paciente não necessariamente é o ideal para outro paciente com sintomas semelhantes.

Quando se deve procurar um pneumologista pediátrico?

O pediatra é o profissional mais indicado para encaminhar o paciente ao pneumologista/alergista no momento certo. Geralmente, quando a manifestação de sintomas respiratórios e alérgicos se torna recorrente e de difícil controle, essa é a hora de solicitar uma avaliação do especialista.

Agora ficou mais fácil entender quem é o pneumologista pediátrico e qual o seu papel na saúde do seu filho. Se você gostou deste artigo, faça uma visita ao nosso site e blog, não deixe de acompanhar e siga nosso canal no YouTubeInstagram e Facebook, para ter acesso a outros conteúdos que podem ajudar você a cuidar da saúde da criança.

Controle ambiental: poeiras e ácaros

Controle ambiental: poeiras e ácaros

9 minutos Para se ter sucesso no tratamento do paciente alérgico é de fundamental importância evitar aquilo a que se é alérgico. Se ao comer um camarão seu corpo empola todo ou você apresenta dificuldade para respirar, não precisa ser médico para saber que você não pode e não deve ingerir camarão. Este raciocínio vale para qualquer alérgeno, inclusive poeira. Quando se diz que uma criança tem alergia a poeira, na realidade estamos querendo dizer que ela é alérgica a ácaros. Ácaros são animais Continue lendo

Controle ambiental: alergia ao mofo

Controle ambiental: alergia ao mofo

5 minutos Alergia ao mofo é causada por esses microorganismos facilmente encontrados na natureza. Quando na forma de bolor, como nas paredes da casas, são chamados de mofo. Eles gostam de escuro, ambientes úmidos, quentes e precisam basicamente de quatro coisas para sobreviver e desenvolver: material orgânico em decomposição (alimentos, plantas e animais), ar, ambiente quente e água. Para se reproduzirem os fungos liberam grande quantidade de esporos no ar, como os polens das plantas. Quando estes esporos decantam em material orgânico, novos fungos se desenvolvem. Continue lendo

Controle ambiental: alergia a baratas

Controle ambiental: alergia a baratas

3 minutos As baratas são pragas bem conhecidas que infestam as habitações humanas, o que pode causar alergia a baratas. Além de transportarem várias bactérias que podem ser transmitidas para as pessoas, as baratas são conhecidas por agravar doenças alérgicas como asma e rinite. Embora existam milhares de espécies de baratas só 1% são domésticas. A barata americana (Periplaneta americana) e a barata alemã (Blatella germanica) são as mais propensas a causar alergia. Onde encontramos as baratas? As baratas são encontradas em todo mundo, Continue lendo

Controle ambiental: alergia a animais de estimação

Controle ambiental: alergia a animais de estimação

3 minutos Animais de estimação oferecem companheirismo e diversão, mas para algumas pessoas um cão ou gato pode também provocar erupção cutânea, coceira, espirros, coriza e até crise de asma. Alergia a animais de estimação ocorre em cerca de 10% da população. Alergia a um animal significa uma vida sem um amigo de estimação? Não necessariamente! As reações alérgicas não são desencadeadas por pêlos de animais. Na realidade, os sintomas são causados por uma proteína encontrada na pele (caspa), saliva e até na urina do Continue lendo

Intolerância à lactose: o que é, sintomas, tratamentos e causas

Intolerância à lactose: o que é, sintomas, tratamentos e causas

5 minutos Se você nota que o seu filho tem mal estar após ingerir leite puro ou alimentos derivados do leite, como: sorvetes, bolos, queijos, doces e outros, provavelmente ele pode possuir intolerância à lactose. Vale lembrar que esses sintomas também podem ser sinais de alergia ao leite, que é bem diferente e pode ser um problema mais perigoso do que a intolerância à lactose. Leia também: Quais as diferenças entre alergia ao leite e intolerância à lactose? Neste artigo você vai saber mais Continue lendo

Quais as diferenças entre alergia ao leite e intolerância à lactose?

Quais as diferenças entre alergia ao leite e intolerância à lactose?

5 minutos Muitas pessoas possuem dúvidas sobre quais são as diferenças entre alergia ao leite e intolerância à lactose. Os termos podem parecer semelhantes, mas na verdade descrevem dois problemas digestivos diferentes. Por isso, neste conteúdo, você vai saber qual é a principal diferença entre os dois, quais são os principais sintomas e como você pode buscar por ajuda médica profissional. Qual é a principal diferença entre os dois? A intolerância ao leite é causada quando o paciente tem a deficiência de uma enzima Continue lendo

Tudo que você precisa saber sobre alergia a ácaros

Tudo que você precisa saber sobre alergia a ácaros

9 minutos Para se ter sucesso no tratamento do paciente alérgico é de fundamental importância evitar aquilo a que se é alérgico. Se ao comer um camarão seu corpo empola todo ou você apresenta dificuldade para respirar, não precisa ser médico para saber que você não pode e não deve ingerir camarão. Este raciocínio vale para qualquer alérgeno, inclusive poeira e a alergia a ácaros. Quando se diz que uma criança é alérgica a poeira, na realidade estamos querendo dizer que ela é alérgica Continue lendo

Então seu filho tem alergia respiratória, e agora?

Então seu filho tem alergia respiratória, e agora?

3 minutos Para se ter sucesso no tratamento da alergia respiratória da criança alérgica é importante que a família entenda o que a alergia causa no nariz e no pulmão das pessoas. O que ocorre nas vias aéreas do alérgico é uma irritação. Veja bem que estamos falando de uma irritação e não uma infecção. No jargão médico essa irritação é chamada de inflamação. É muito comum confundir essa irritação com infecção levando a prescrição de antibióticos com frequência e sem necessidade. Além da Continue lendo

Pílulas antivirais para Covid-19 – não uma cura, mas uma ótima ferramenta

Pílulas antivirais para Covid-19 – não uma cura, mas uma ótima ferramenta

2 minutos A notícia de duas pílulas antivirais para Covid-19 dos laboratórios Pfizer e Merck gerou entusiasmo com a informação que elas podem ajudar a manter as pessoas fora do hospital caso contraiam o coronavírus. A Pfizer diz que sua pílula, que vai se chamar Paxlovid quando autorizada, reduziu o risco de morte ou hospitalização em 89% quando administradas em pessoas nos primeiros três dias após o início dos sintomas. A Merck diz que sua cápsula de molnupiravir reduziu o risco em cerca de Continue lendo