Entendendo sobre o exame de polissonografia pediátrica

Tempo de leitura: 5 minutos

Cada vez mais as crianças estão sendo encaminhadas para os especialistas em sono para fazerem o exame de polissonografia pediátrica e avaliar possíveis distúrbios de sono.

O exame, também chamado de estudo do sono, geralmente é necessário para obter o diagnóstico correto e, às vezes, até auxilia no tratamento de algumas doenças do sono.

Embora a realização do exame seja considerada relativamente indolor e não invasiva para os adultos, o estudo do sono pode ser bastante desafiador e até mesmo assustador para as crianças, portanto, requer atenção especial.

No artigo de hoje, você vai saber sobre o que é o exame de polissonografia pediátrica, o que é feito durante o exame, quais são os cuidados necessários para a realização dele.

O que é o exame?

A polissonografia é uma ferramenta diagnóstica da medicina do sono durante a qual vários parâmetros fisiológicos diferentes são continuamente e simultaneamente registrados ao longo de um período de sono para identificar distúrbios do sono.

Os médicos recomendam este exame para crianças que podem ter a qualidade do sono prejudicada por: roncos ou outros problemas nas vias aéreas, apneia obstrutiva do sono, distúrbio de movimento periódico dos membros, síndrome da perna inquieta, narcolepsia (sonolência exagerada), entre outros.

Leia também: Distúrbios do sono em crianças: qual o papel dos pais?

Como ele é feito?

O exame é realizado durante a noite em um ambiente hospitalar ou clínica especializada, onde um técnico irá colocar sensores em diferentes áreas do corpo, como no couro cabeludo, queixo e pernas e ao redor dos olhos. 

Um cinto elástico também será colocado em volta do peito e do estômago da criança, para que a respiração seja medida. Ao final do exame, na parte da manhã, o técnico irá acordá-la para remover todos os sensores.

A maioria das crianças dorme muito bem no centro do sono, se todas as diretrizes do teste forem seguidas. Os sensores se conectam a um computador para fornecer informações das fases do sono. 

Durante um estudo do sono, os médicos verificam:

  • Atividade cerebral e de ondas cerebrais por meio de um eletroencefalograma (EEG).
  • Movimentos oculares.
  • Frequência cardíaca.
  • Padrões de respiração.
  • Nível de oxigênio no sangue.
  • Níveis de dióxido de carbono.
  • Ronco e outros ruídos.
  • Movimentos corporais e posições de sono.

Um microfone e uma câmera serão utilizados para registrar todo o sono da criança, onde um técnico ficará avaliando e verificando as informações em outro quarto.

Os sensores corporais são colocados para que seja possível se virar e mover durante a noite. Caso seu filho precise usar o banheiro, o técnico pode remover os sensores e os outros dispositivos, caso seja necessário.

Seu filho provavelmente não saberá que os sensores estão ligados depois de usá-los por um curto período de tempo. A equipe tenta deixar cada criança o mais confortável possível.

Como devemos nos preparar para um estudo do sono?

Algumas precauções que os pais devem tomar para preparar uma criança que irá fazer o exame de polissonografia pediátrica:

  • A criança deve ter uma noite de sono normal na noite anterior a do exame.
  • É permitido tomar remédios normalmente, exceto medicamentos que interferem no sono da criança.
  • Evite que a criança tenha alimentação à base de cafeína ou muito açúcar, como: café, chá, chocolates, refrigerantes e etc.
  • Não deve tirar uma soneca durante o dia do estudo do sono.
  • Planeje chegar ao centro de sono pelo menos 2 horas antes da hora habitual de dormir do seu filho ou sempre que o médico solicitar.
  • Itens pessoais de casa podem ajudar seu filho a se sentir confortável durante um estudo do sono. Certifique-se de trazer: pijamas um travesseiro, cobertor ou bicho de pelúcia favorito, livros e outros itens que fazem parte da rotina da hora de dormir do seu filho.
  •  A maioria dos centros de sono não fornece alimentos, portanto, faça um lanche antes de dormir, se seu filho costuma comer.

Os pais ou responsáveis ​​podem passar a noite enquanto seus filhos fazem um estudo do sono. O centro de sono fornecerá uma cama separada ou poltrona-cama.

Outros exames que podem ser solicitados

Se o médico precisar de mais informações do que o estudo do sono mostra, outros testes especiais podem ser solicitados. Isso pode incluir: 

CPAP – Algumas crianças precisam fazer um teste com uma máquina que as ajude a respirar à noite. É muito parecido com um estudo regular do sono, mas a criança usa uma máscara sobre o nariz enquanto dorme. A máscara está conectada a uma máquina de respiração. 

MSLT (o teste do cochilo) – Algumas crianças ficam para mais testes durante o dia após um estudo do sono durante a noite. Este teste é denominado Teste de Latência Múltipla do Sono (MSLT) ou Teste de Soneca.

Seu filho tirará quatro ou cinco cochilos de 20 minutos, com intervalo de duas horas durante o dia. Isso mede muitas das mesmas coisas que o estudo noturno. Normalmente, o MSLT termina às 18h e seu filho pode estar pronto para ir para casa.

Acesse o site da Pulmolab, nosso corpo clínico possui médicos especialistas em Doenças do Sono, que podem diagnosticar a causa de sintomas do paciente pediátrico e indicar como pode ser feito o tratamento de forma correta.

Se você gostou deste conteúdo, continue acompanhando as novidades do nosso blog. Não deixe de acompanhar nosso Instagram e Facebook, para ter acesso a outros conteúdos que podem ajudar você a cuidar da saúde da criança

Se precisar de ajuda médica, fale conosco na nossa página de contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *