Adenoide: o que é e quando tirar

Tempo de leitura: 3 minutos

Você sabia que adenoide não é uma doença, e sim uma parte do corpo humano que pode sofrer alterações? 

E que, quando ocorrem essas alterações, é necessário procurar o tratamento adequado? Você sabe para que ela serve e quais são os sintomas em caso dessas alterações?

São muitas perguntas, mas para cada uma delas nós temos as respostas!

Neste artigo vamos apresentar tudo sobre a adenoide para que você não tenha mais dúvidas sobre este assunto. 

Confira!

adenoide

Adenoide: o que é, como é feito o diagnóstico e quando devemos tirá-la?

Adenoides são dois pequenos conjuntos de tecido linfoide, localizados na rinofaringe (atrás das cavidades nasais e acima do céu da boca). 

Elas são um mecanismo de defesa contra a invasão de agentes estranhos (como os micro-organismos), que afetam o nariz e a garganta.

Por ser um local que produz anticorpos, esses dois conjuntos de tecido crescem à medida que o sistema imunológico vai se desenvolvendo, entre três e sete anos de idade; e, geralmente, regride durante a adolescência.

Porém, existem casos em que as adenoides podem ficar excessivamente aumentadas (hipertrofia) ou ficar persistentemente inflamadas (adenoidite). 

Você sabe quais são os sintomas mais comuns nesses casos? Entre eles estão:

  • Dificuldade de respirar pelo nariz;
  • Respiração ruidosa;
  • Tosse crônica
  • Distúrbios do sono inclusive, roncos e  até apnéia
  • Dificuldade de audição;
  • Alterações dentárias e no crescimento dos ossos da face.

As disfunções causam redução de oxigenação, o que pode provocar alterações no desenvolvimento da criança.

Isso resulta em dificuldade de concentração, irritabilidade, hiperatividade e sonolência. Por isso, é recomendada uma consulta com médico especializado, uma vez que esses sintomas sejam percebidos.

Em geral, essas condições estão associadas também à inflamações nas amígdalas.

No próximo tópico, trouxemos informações de como é feito o diagnóstico.

Como é feito o diagnóstico da adenoide

As adenoides não são visíveis quando a pessoa abre a boca. Portanto, o diagnóstico a olho nu é impossível.

Por sua vez, ele ser feito por exames clínicos ou de imagem, como a endoscopia nasal e raios X. Esses exames permitem avaliar a gravidade da obstrução imposta pelas adenoides na rinofaringe.

Quando tirá-las

A cirurgia para remoção das adenoides, chamada de adenoidectomia, é indicada quando elas se tornam muito grandes ou persistentemente inflamadas, com infecções constantes.

As principais indicações para cirurgia incluem:

  • Perda auditiva;
  • Apneia do sono;
  • Otite de repetição;
  • Grande obstrução nasal.

Esse quadro pode fazer com que elas percam a capacidade de proteger o corpo da criança, trazendo somente problemas.

A cirurgia é simples e não afetará o sistema de defesa da criança, pois existem outras estruturas capazes de desempenhar a função da adenoide.

De toda forma, a cirurgia de adenoide é uma opção somente quando o tratamento com remédios não apresenta bons resultados.

E lembre-se: nunca é recomendado a manutenção de nenhum medicamento sem acompanhamento médico, principalmente antibióticos.

A adenoide é uma parte do corpo humano que, como todas as outras, pode adoecer e, se isso acontecer, é importante fazer um tratamento adequando antes de pensar na sua remoção.

Se você se interessa por assuntos relacionados a este, acesse nosso site Pulmolab e acompanhe o nosso blog. Para receber novidades e saber mais sobre nós, siga-nos nas redes sociais Facebook e Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *