Gripe: sintomas e vacinação

Tempo de leitura: 3 minutos

O tempo frio está chegando e com ele alguns problemas respiratórios como a sinusite, rinite, bronquite e a famosa gripe. Já se perguntou por que esses casos aumentam nesse período?

Dr. Fábio Morato, ex-presidente da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), responde:

“No inverno, as alergias respiratórias pioram muito devido às infecções virais frequentes; ao aumento da poluição ambiental; às constantes e bruscas mudanças climáticas; ao ar seco e ao fato de que casacos e cobertores são retirados dos armários depois de muito tempo guardados”.

Além disso, otorrinolaringologistas apontam que as doenças respiratórias são mais comuns no frio – devido ao fator aglomeração versus higiene pessoal, uma combinação que favorece a disseminação de bactérias e vírus.

Ao contrário de muitas doenças respiratórias crônicas, a gripe é um problema com tratamento muito difundido. Mesmo assim, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), por ano, a gripe afeta gravemente 3,5 milhões de pessoas em todo o mundo.

O que você sabe sobre o problema? Se está em busca de mais informações sobre a gripe, continue a leitura! Vamos responder suas perguntas.

gripe

Grupo de risco, sintomas e prevenção

Causada pelo vírus Influenza, possui sintomas semelhantes ao do coronavírus. Idosos, cardiopatas, pessoas que portam doença pulmonar e indivíduos imunocomprometidos compõe o grupo de risco. Ao contrário do coronavírus, as crianças pequenas, podem apresentar um quadro mais grave e precisam de atenção especial.

Nos primeiros meses e anos de vida, o indivíduo está muito mais sujeito à problemas respiratórios. Sobretudo, quando começa a frequentar escola, a exposição a infecções virais é muito maior.

Isso não significa que os pequenos devam ficar em casa, mas os pais precisam redobrar a atenção. Lembre-se que o sistema imunológico das crianças ainda está em estágio de desenvolvimento e as infecções virais ajudam a madurecer a imunidade.

Principais sintomas da gripe

Ninguém está 100% imune à doença. Portanto, atenção aos sintomas:

  • Febre alta;
  • Tosse;
  • Dores no corpo;
  • Dor de cabeça;
  • Calafrios;
  • Coriza (irritação e inchaço no nariz);
  • Faringite (dor de garganta).

Em crianças, alguns outros sintomas possíveis são:

  • Dor abdominal;
  • Diarreia.

É interessante observar como o resfriado e a gripe podem ser confundidos, afinal, tem manifestações muito parecidas. A diferença entre os dois é que no primeiro caso os sinais são muito mais brandos, geralmente restritos às vias aéreas superiores (nariz e garganta).

Prevenção da gripe

A primeira prevenção é a correta higiene pessoal. Lembre-se sempre de lavar as mãos, sobretudo antes de levá-las ao rosto. Álcool em gel também é uma boa alternativa de assepsia.

No mesmo sentido, é muito importante manter desinfetadas superfícies como maçanetas, torneiras e também roupas (de cama e de corpo).

Outra forma de prevenir é manter o organismo sempre com boa imunidade. Para isso, boa alimentação e a prática de exercícios diária é uma receita indispensável. Quanto mais vida ao ar livre melhor, mesmo nos meses de inverno.

As vacinas contra a gripe

Os principais tipos de vacina disponíveis hoje são a trivalente e a quadrivalente. Essa última é composta por dois subtipos do vírus Influenza A (H1N1 e H3N2) e dois subtipos do influenza B. Neste ano o Ministério da saúde estará disponibilizando nos postos de saúde a vacina tetravalente, igual a da rede privada

A imunização deve ser feita todos os anos, uma vez que o vírus sofre mutações. Por isso, uma nova vacina deve ser desenvolvida a cada ano.  Cabe lembrar que a vacina de influenza pode ser aplicada, sem problemas, em crianças alérgicas a ovo. 

Independente da idade e de se estar ou não no grupo de risco é aconselhável tomar a vacina contra a gripe. Cuide de sua saúde sempre! O portal Pulmolab se compromete em trazer notícias atuais e relevantes para você. Mantenha-se sempre atualizado com as nossas dicas por meio das redes sociais, Facebook e Instagram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.